11 5671-9100
Telefone: 11 5671-9100 E-mail: vendas@prolab.com.br Facebook

Entenda a importância da água bidestilada em processos laboratoriais

Publicado em: 06/02/2019

A água bidestilada, como o próprio nome já diz, é a água que passa pelo processo de destilação duas vezes. Uma vez que a água é destilada, separa-se dela uma boa parte dos sais minerais; no entanto, mesmo depois do processo de destilação comum, a água ainda não fica completamente livre da presença de sais. Para isso, é preciso que ela seja submetida a um novo processo, após o qual passa a ser chamada de bidestilada.

Para que serve a água bidestilada?

Bem se sabe que nos laboratórios a água destilada é bastante utilizada, servindo como solvente ou reagente das misturas e processos químicos. Mas além disso, existem outras aplicações em que a água destilada pode ser utilizada. Ela também se faz presente em baterias. Outro uso que pouca gente tem conhecimento é nas lavanderias. Muita gente deixa as suas roupas para serem lavadas e engomadas, e mal sabem que a água destilada faz parte desse processo. Na máquina de engomar a vapor, que é a mais utilizada nas lavanderias hoje em dia, a água destilada permite que a peça seja devidamente engomada, sem a formação de calcário, um problema recorrente ao se utilizar a água comum.

Mas estamos falando apenas da água destilada. E a bidestilada? Para que serve?

A água bidestilada também pode ser utilizada nas situações acima, as quais exigem a pureza do elemento, sendo livre de minerais. No entanto, no caso da água bidestilada, o seu uso é mais comum e mais frequente mesmo nos processos laboratoriais.

Tem também aplicações na área médica, podendo ser utilizada para a limpeza de ferimentos, queimaduras, procedimentos cirúrgicos e lavagem de cateteres vesicais.

Características da água bidestilada

Se a água destilada já é praticamente livre de minerais, apresentando apenas pouquíssimos resíduos, a água bidestilada, que é destilada duas vezes, pode ser considerada completamente pura, isto é, livre de minerais. Por assim ser, ela garante o máximo de precisão nos processos laboratoriais, e por isso é tão utilizada.

Para quem tem dúvidas se a água bidestilada pode ser ingerida, a resposta é que ela não é considerada como água potável. De início, tomar água bidestilada não faz mal, mas também seria a mesma coisa de não ingerir nada. Para consumo, o ideal é sempre água natural mineral, que tem as taxas de sais minerais necessários.

Água bidestilada em processos laboratoriais

Como explicamos, a água bidestilada pode ter várias funcionalidades e aplicações. No entanto, o seu uso ainda é maior nos laboratórios. Até pouco tempo, se utilizava apenas a água destilada (que passa apenas uma vez pelo processo de destilação). Isso já era considerado suficiente, mas eventualmente foi notado que mesmo depois da destilação a água ainda apresentava uma certa quantidade de sais minerais – bem menor se comparada com a água normal, mas ainda uma quantidade que podia interferir nos processos.

Dessa forma, criou-se a ideia de destilar a água mais uma vez, claro, com os procedimentos adequados que permitam essa transformação. O resultado foi então a água bidestilada, que é usada com a máxima segurança nos laboratórios, permitindo resultados exatos, sem qualquer tipo de alteração.

Segundo um padrão internacional de qualidade, a Prolab oferece uma ampla variedade de soluções químicas. Entre em contato conosco e solicite um orçamento!

Últimas Notícias

Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital