11 5671-9100
Telefone: 11 5671-9100 E-mail: vendas@prolab.com.br Facebook

Microscópio Binocular: aspectos importantes e cada as especificações de cada parte

Publicado em: 15/08/2018

Pixabay.com / fotografyarte O microscópio binocular é um equipamento que amplia estruturas que não poderiam ser enxergadas a olho nu, permitindo uma visualização tridimensional.

Indicado para a realização de análises clínicas e estudos, o microscópio binocular é um equipamento muito comum em laboratório e centros de pesquisas. Trata-se de um instrumento utilizado para visualizar itens considerados opacos, ou seja: que não permitem a passagem da luz. Entenda melhor como esse equipamento funciona a seguir.

Microscópio binocular: características

Um microscópio óptico é um equipamento que se utiliza da refração da luz por meio do uso de lentes, que podem ter ou não filtros multicoloridos ou ultravioletas. Sua principal função é ampliar ou regular a visualização de estruturas que não são possíveis serem enxergadas a olho nu.

O aparelho é formado por uma parte óptica — em que as imagens são ampliadas — e por uma parte mecânica, que é usada para dar suporte para o sistema óptico e fazer a focagem. Um dos diferenciais do microscópio binocular é que este equipamento permite a visualização dos objetos de maneira tridimensional.

Para isso, o aparelho tem como principais características: sistema de focalização, lâmpada de halogênio, trava mecânica, transformador de baixa voltagem, platina regular, fonte de iluminação, revólver e condensador.

Estrutura do microscópio binocular

O microscópio binocular é formado por diversas partes, cada qual com uma função específica. São elas:

  • Oculares: formado pelo sistema de lentes, que normalmente apresentam poder de aumento em até dez vezes. É esta parte que permite a observação do objeto ampliado;
  • Tubo: também chamado de canhão, é a estrutura que sustenta as oculares;
  • Objetivas: são as lentes que elevam o poder de ampliação. Normalmente, um microscópio pode apresentar três ou até quatro tipos de objetivas;
  • Platina: é onde a lâmina fica posicionada e, para melhorar o foco da imagem, ela pode ser levantada ou abaixada;
  • Fonte de luz: lugar em que a lâmpada fica posicionada;
  • Condensador: responsável por concentrar os raios luminosos que atingem a lâmpada;
  • Revólver: local onde as objetivas estão localizadas. É a estrutura giratória do microscópio;
  • Botão liga/desliga: serve para acender ou apagar a lâmpada;
  • Braço: parte estrutural do equipamento que serve para dar suporte. É também denominado coluna, sendo uma parte fixa do equipamento;
  • Macrométrico e micrômetro: auxilia no ajuste do foco. São parafuso que auxiliam na regulagem da platina;
  • Charriot: sua finalidade é auxiliar o movimento da lâmina na platina, permitindo a visualização do objeto;
  • Diafragma: sua função é fazer a regulagem de luz que entra no condensador.

Vantagens do microscópio binocular

Existem diferentes tipos de microscópio óptico, e este é um equipamento de suma importância para laboratórios e centros de estudo. O microscópio binocular permite visualizar as amostras de forma ampliada e tridimensional e, além dos modelos binoculares, existem os que são trinoculares — que são usados em situações em que o principal objetivo é acoplar uma câmera para filmar ou fotografar. A escolha do modelo ideal vai variar de acordo com o objetivo da amostra que deve ser analisada.

A linha de microscópios óticos oferecidos pela Prolab atende às necessidades de laboratórios de análises em geral, além de escolas e universidades. Todos os equipamentos são modernos e contam com estrutura completa e acessórios que permitem ao usuário obter os melhores resultados e visualização. Entre em contato conosco!

Últimas Notícias

Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital