11 5671-9100
Telefone: 11 5671-9100 E-mail: vendas@prolab.com.br Facebook

Saiba quais são os principais processos de esterilização de materiais

Publicado em: 23/06/2014

O técnico de esterilização de materiais é um profissional que se especializa na desinfecção de produtos cirúrgicos por meio de ferramentas e equipamentos que promovem o processo de esterilização. Esse indivíduo frequentemente tem o inventário de instrumentos cirúrgicos e acessórios, obtendo suprimentos adicionais, quando necessário. Ele ou ela é muitas vezes responsável por garantir a limpeza e segurança de ambientes de operação, mesas e equipamentos. Essas pessoas podem trabalhar em diferentes configurações, incluindo hospitais gerais, clínicas de saúde pública, consultórios médicos particulares, laboratórios de análises clínica, centros cirúrgicos especializados e muitos outros.

Esterilização de materiais

flickr.com / derschlosi Autoclavagem, raios gama, flambagem e fervura são apenas alguns exemplos de procedimentos que realizam esterilização de materiais.

Um técnico competente pode facilitar bastante as cargas e tensões sobre os cirurgiões e médicos que realizam procedimentos de emergência difíceis. Os cirurgiões podem ter certeza de que seus instrumentos são esterilizados e os materiais são bem abastecidos em todos os momentos. Porém, antes de qualquer coisa, é fundamental ter em mente que esterilizar é diferente de limpar ou mesmo de fazer assepsia.

Para que itens cirúrgicos sejam devidamente esterilizados, é necessário que os equipamentos sejam submetidos ao calor durante determinado período de tempo, desta forma, bactérias, vírus e fungos são destruídos. Não há como negar que existem inúmeras técnicas de esterilização, que apresentam vantagens e desvantagens também, entretanto, a técnica usada mais regularmente é a autoclavagem.

Outro processo interessante é a flambagem, onde o material é colocado sob o fogo, até que o metal fique vermelho. Apesar de ser um procedimento tecnicamente fácil, a grande desvantagem desse método é que ele pode ser extremamente perigoso quando o profissional não tem experiência com tal técnica.

flickr.com / jasleen_kaur Um técnico de esterilização pode facilitar bastante o trabalho de médicos em procedimentos de emergência.

A fervura também é uma saída para quem necessita realizar o processo de esterilização de materiais e, assim como a flambagem, também é algo fácil de fazer, porém complicado de se aplicar. Quando o procedimento não é realizado corretamente, o risco de acontecer queimaduras é grande, então é necessário cautela durante o processo.

Outro estilo é o processo que usa raios gama, mesmo esterilizando uma grande variedade de materiais, ele pode ser bastante caro, bem como é altamente perigoso. Aqui, ter uma equipe precisamente especializada é condição fundamental para o bom andamento do trabalho.

Existem outros métodos que podem ser usados para esterilizar determinados produtos, contudo, o melhor estilo dependerá da quantidade de materiais que devem passar pelo procedimento e o tempo que o mesmo precisa para ser realizado corretamente.

Últimas Notícias

Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital