11 5671-9100
Telefone: 11 5671-9100 E-mail: vendas@prolab.com.br Facebook

Descrição

  • Piruvato de sódio, solucão 100x concentrada – 100 mL
  • Armazenamento: 2-8°C
  • Fórmula Molecular: C3H3NaO3
  • Peso Molecular: 110.0

Sinônimos:

  • a-ketopropionic acid sodium salt, 2-oxopropanoic acid sodium salt, pyruvic acid sodium salt
    O Piruvato, a molécula aniônica do ácido pirúvico é o produto final da glicolise, enquanto a glicose é convertida em piruvato com a produção de uma molécula de ATP, nas mitocôndrias de organismos aeróbicos, o piruvato é convertido em acetil-coenzima-A, que é posteriormente oxidada até CO2.
  • Quando o oxigênio não está presente em quantidades suficientes, o piruvato é metabolizado até lactato. Nos organismos anaeróbicos como as leveduras, o piruvato é convertido até etanol. Na gliconeogénese, o piruvato é convertido até glicose1.
  • Outros aspectos deste metabolismo do piruvato incluem a conversão até alanina pela transaminação e para oxalacetato pela carboxilação2.
  • O piruvato de sódio é utilizado como um componente nos meios e caldos de cultura3, 4. A utilização do piruvato de sódio na fermentação de Wallen nos meios de crescimentos estimulam a conversão do ácido oléico para ácido 10-ketoestérico pelo Bacillus sphaericus também tem sido descrita5.
  • Há diversos protocolos que utilizam o piruvato para conferir estabilidade em células B humanas transfectadas6.
  • Precauções e recomendações: Recomendado apenas para uso em laboratório, não como droga, ou para uso doméstico ou outras aplicações.
  • Concentração, uso e armazenamento: Este produto é fornecido na concentração de 100 mM (100X concentrada) podendo ser diluída para concentração de trabalho desejada. Estável por dos anos, desde que armazenado nas condições ideais de temperatura e baixa luminosidade.
  • O piruvato pode polimerizar e perder atividade se as embalagens não são corretamente fechadas7.

Referências:

1. Biochemistry, 3rd ed., Stryer, L., W. H. Freeman (New York, NY: 1988), pp. 349-394.

2. Textbook of Biochemistry with Clinical Correlations, Devlin, T. M., ed., Wiley-Liss (New

York, NY: 1992), p. 248. 3. Geshi, M., et al., Effects of sodium pyruvate in nonserum maturation medium on maturation, fertilization, and subsequent development of bovine oocytes with or without cumulus cells. Biol. Reprod., 63(6), 1730-1734 (2000).

4. Jiang, X., and Doyle, M. P., Growth supplements for Helicobacter pylori. J. Clin. Microbiol., 38(5), 1984-1987 (2000).

5. Kuo, T. M., et al., Conversion of fatty acids by Bacillus sphaericus-like organisms. Curr. Microbiol., 45(4), 265-271 (2002).

6. Brielmeier, M., et al., Improving stable transfection efficiency: antioxidants dramatically improve the outgrowth of clones under dominant marker selection. Nucleic Acids Res., 26(9), 2082-2085 (1998).

7. The Merck Index, 12th ed., Entry# 8205.

.
Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital