11 5671-9100
Telefone: 11 5671-9100 E-mail: vendas@prolab.com.br Facebook

Descrição

Conjunto para coloração rápida em hematologia.
O Panótico Rápido LB baseia-se no princípio de coloração hematológica estabelecida por Romanowsky, atuando em 15 segundos.

Amostra
A amostra usada consiste em lâminas com extensões de sangue periférico (ou outros materiais pertinentes). Os critérios de aceitação e rejeição devem ser estabelecidos pelo setor de Hematologia do laboratório.

Reagentes
Panótico rápido no 1: compõe-se por uma solução de triarilmetano a 0,1%.
Panótico rápido no 2: compõe-se por uma solução de xantenos a 0,1%
Panótico rápido no 3: compõe-se por uma solução de tiazinas a 0,1%

PANÓTICO RÁPIDO LB
1. FINALIDADE
Conjunto para coloração rápida em hematologia.
2. INTRODUÇÃO
O Panótico Rápido LB baseia-se no princípio de coloração hematológica
estabelecida por Romanowsky, atuando em 15 segundos.
3. AMOSTRA
A amostra usada consiste em lâminas com extensões de sangue periférico (ou
outros materiais pertinentes). Os critérios de aceitação e rejeição devem ser
estabelecidos pelo setor de Hematologia do laboratório.
4. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PRODUTO
a- Registro no Ministério da Saúde: 100.970.10105.
b- Princípio
A extensão hematológica é submetida a ação de um fixador e duas soluções
corantes, por meio de imersões de 5 segundos em cada, e ao final da última
imersão encontra-se pronta para leitura.
c- Reagentes
o
– Panótico rápido n 1: compõe-se por uma solução de triarilmetano a 0,1%.
o
– Panótico rápido n 2: compõe-se por uma solução de xantenos a 0,1% o
– Panótico rápido n 3: compõe-se por uma solução de tiazinas a 0,1%
d- Armazenamento e estabilidade
O material deve ser mantido em temperatura ambiente, em local fresco, seco e
protegido contra incidência direta de luz solar, permanecendo assim estável até a
data de validade expressa em rótulo, desde que isento de contaminação química
ou biológica.
e- Precauções e cuidados especiais
– Manter os frascos sempre bem fechados;
o
– A solução n 1 é muito volátil, inflamável e nociva à saúde, não podendo ser usada
em locais sem ventilação adequada ou perto do fogo; pode ser adquirida
separadamente (cód. LB 620100);
– O produto destina-se ao uso in vitro, devendo-se evitar ingestão acidental ou
contato com os olhos, pele e mucosas.
5.MATERIAL NECESSÁRIO (porém não fornecido)
– Lâminas para microscopia e extensoras;
– Cubas de Coplin, Wertheim ou similares;
– Água deionizada tamponada (preferentemente pH 7).
6. PROCEDIMENTO TÉCNICO
a-Preparar as extensões sangüíneas e deixar secar em temperatura ambiente;
b- Preencher 3 recipientes (cubeta de Wertheim, cuba de Coplin ou similar) com as
o
soluções n 1, 2 e 3 respectivamente;
o
c- Submergir as lâminas na solução n 1 mantendo-se um movimento contínuo de
cima para baixo ou para os lados durante 5 segundos (5 imersões de 1 segundo
cada) e deixar escorrer bem;
o
d- Submergir as lâminas na solução n 2 mantendo-se um movimento contínuo de
cima para baixo ou para os lados durante 5 segundos (5 imersões de 1 segundo
cada) e deixar escorrer;
o
e- Submergir as lâminas na solução n 3 mantendo-se um movimento contínuo de
cima para baixo ou para os lados durante 5 segundos (5 imersões de 1 segundo
cada) e deixar escorrer bem;
f- Lavar com água deionizada recente (de preferência tamponada a pH 7,0), secar
ao ar na posição vertical e com o final da extensão voltado para cima.
Observação: Os tempos de imersão sugeridos podem ser alterados conforme
critério do usuário para ajustes necessários.
– Precauções e cuidados especiais
– Lâminas com resíduos de detergente ocasionam alterações na coloração;
– Trocar periodicamente as soluções, e mantê-las bem fechadas sempre para
evitar evaporação;
– Observar o pH da água utilizada na lavagem final, pois o método é sensível a
variações de pH;
– Evitar o uso de produtos voláteis próximo ao local de coloração (ácidos, amônia
etc.) para evitar comprometimento da coloração final.
7. LIMITAÇÕES DO MÉTODO
Este produto foi desenvolvido para uso hematológico, seu uso em outros
materiais que não o sangue fica a critério do usuário.
8. CONTROLE DA QUALIDADE
Macroscopicamente a coloração deve apresentar uma tonalidade rosa-mate e
microscopicamente, as plaquetas devem se apresentar púrpuras com um ponto
em vermelho visível. Lâminas muito vermelhas indicam acidez excessiva, e muito
azuladas alcalinidade excessiva.
9. GARANTIA DA QUALIDADE
A Laborclin obedece o disposto na Lei 8.078/90 – Código de Defesa do Consumidor.
Para que o produto apresente seu melhor desempenho, é necessário :
– que o usuário conheça e siga rigorosamente o presente procedimento técnico;
– que os materiais estejam sendo armazenados em condições adequadas;
– que os equipamentos e demais acessórios necessários estejam em boas
condições de uso , manutenção e limpeza.
Antes de ser liberado para venda, cada lote do produto é submetido a testes
específicos, que são repetidos periodicamente até a data de vencimento expressa
em rótulo. Os certificados de análise de cada lote podem ser solicitados junto ao
SAC – Serviço de Assessoria ao Cliente, bem como em caso de dúvidas ou
quaisquer problemas de origem técnica, através do telefone 0800-410027.
Quaisquer problemas que inviabilizem uma boa resposta do produto, que tenham
ocorrido comprovadamente por falha da Laborclin serão resolvidos sem ônus ao

Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital