11 5671-9100
Telefone: 11 5671-9100 E-mail: vendas@prolab.com.br Facebook

Cadinho de Gooch: descubra quais atividades o material pode agregar para o seu laboratório

Publicado em: 29/05/2019

Cadinho de Gooch é utilizado para fazer análises gravimétricas ou fundição de substâncias, assim como para filtração.

Existem muitos materiais para laboratórios disponíveis no mercado nacional, e são as atividades que você pretende desempenhar nele que vão definir quais você vai necessitar e quais as suas prioridades na hora da aquisição deles. Neste texto você vai entender melhor quais são as atividades que o Cadinho de Gooch permite que você execute, além de explicar também algumas características importantes de serem analisadas no momento da escolha do cadinho e mais alguns cuidados que você deve ter com ele durante seu uso.

 

O que é o Cadinho de Gooch?

O Cadinho de Gooch é um recipiente estilo refratário em formato de pote que pode ser encontrado em vidro, materiais metálicos como ferro, chumbo, platina e titânio, e em materiais de cerâmica como carbeto de silício e alumina. Além da variedade de materiais, ele também pode ser encontrado em mais de um tamanho, que será escolhido de acordo com a sua necessidade. Você precisará de Cadinhos de Gooch no seu laboratório quando for realizar análises gravimétricas ou fundição de substâncias, e o cadinho de vidro pode ser usado também para filtração.

 

Como escolher o cadinho de Gooch ideal?

É importante saber que o material que será usado na fusão influencia na escolha do material do cadinho, para evitar a utilização de cadinhos de materiais errados e prejudicar o resultado de algum experimento. Por exemplo, existem alguns casos em que as reações químicas podem liberar gases, deixando a peça final porosa e fazendo com que não possa ser utilizada depois.

A escolha do material vai depender também da forma que você usará ele, por exemplo, os cadinhos de carbeto de silício aguentam temperaturas de até 2000ºC e podem ser usados para fundir ligas de ferro e outros materiais que precisam de uma temperatura mais elevada para fusão, mas isso não se aplica a qualquer material.

 

Cuidados e outras informações

Existem alguns cuidados que precisam ser tomados na utilização do cadinho de Gooch em determinadas situações, e é importante estar atento a elas para não comprometer acidentalmente o resultado de alguma pesquisa.

Por exemplo, quando você for utilizar o cadinho de Gooch de vidro em uma múfla, que é uma estufa para altas temperaturas onde é feito o processo de calcinação, para o caso de situações que usem temperaturas de até 1200ºC, não é necessário o resfriamento da múfla, você pode tirar o cadinho da estufa e colocar direto na temperatura ambiente sem o risco de ocorrer um choque térmico.

Ainda sobre o uso em múflas, para calcinações feitas em altas temperaturas, para garantir uma boa calcinação, é recomendado que o tempo de permanência do cadinho na estufa seja de 20 a 30 minutos, podendo ser maior quando a temperatura usada for mais baixa.

Um outro cuidado que é importante se ter, é para quando borax for utilizado, pois com o uso desse fundente, o cadinho só pode ser usado uma única vez devido aos danos que ele causa ao material.

O cadinho de Gooch é um item essencial para o seu laboratório, e se você não possui nenhum deles ainda, pode ver todas as opções que a Prolab oferece. A Prolab é especializada em materiais para laboratórios e dispõe de uma grande diversidade de equipamentos, muitos além do cadinho. Você pode contar com o nosso time para lhe ajudar a organizar todos os materiais necessários para o seu laboratório ou para algum novo experimento que esteja iniciando nele.

Você pode pedir um orçamento agora para equipar seu laboratório com tudo o que ele precisa utilizando materiais de altíssima qualidade.

 

Últimas Notícias

Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital