11 5671-9100
Telefone: 11 5671-9100 E-mail: vendas@prolab.com.br Facebook

Descrição

• Apresentação: 100 g

• Armazenamento: 10-30C

• Ácido Hidroxi-Etil-Piperazina-Etano-Sulfônico

 

Descrição do Produto:

• HEPES é uma substância química que atua como agente tamponante ou buffer, largamente utilizada em cultura celular, pois mantém o pH fisiológico dos cultivos in vitro.

• HEPES é recomendado para proteção de soluções e enzimas das mudanças de pH induzidas pelo congelamento.

• Niveis de fototoxicidade têm sido relatados quando este produto é exposto a fontes de energia solar, por isso é altamente recomendável proteger o HEPES o máximo possível da luminosidade.

 

Sinônimos:

• 4-(2-hydroxyethyl)-1-piperazineethanesulfonic acid;

• “Good” buffer;

• HEPES, Free Acid

• Peso Molecular Weight: 238.31

• Fórmula química: C8H18N2O4S

 

Propriedades físico-químicas:

• Aparência: pó branco

• Odor: sem odor definido

• Solubilidade: 40 gramas em 100g de água.

• Ponto de fusão: 234ºC – 238ºC

Armazenamento/Estabilidade

 

• Estável entre 10 – 30 ºC desde que protegido da luminosidade.

APLICAÇÕES:

• HEPES tem sido descrito como um dos melhores tampões disponível para os propósitos de pesquisa biológica. Trata-se de uma molécula zwitteriônica, e os valores de pH para sua ação tamponante estão entre 6,8 – 8,2.

• HEPES tem sido utilizado em enorme variedade de tampões para as mais variadas aplicações, entre as quais, trabalhos com cultura celular.

• A capacidade tamponante mais efetiva encontra-se entre 10 – 25 mM. A saber sua capacidade tamponante fornece estabilidade nos cultivos celulares quando estes são incubados em 37ºC.

• Após a adição do HEPES aconselha-se ajustar o pH com NaOH ou HCl.

• O HEPES é conhecidamente superior quando comparado com o NaHCO3 no que diz respeito ao controle de pH, em cultivos de órgãos.

• Aconselha observar os seguintes cuidados quando do uso do HEPES em trabalhos com proteínas, pois pode afetar os resultados nos ensaios de detecção protéica pelo método de Folin.

•  Já na detecção protéica a traves do método de Biuret, os resultados são mais confiáveis, pois os valores não são alterados.

• O tampão HEPES pode ser preparado por diversas metodologias, sendo que ele deve ser adicionado na água, e logo após titulado com NaOH ou KOH até o pH desejado.

• Para melhor desempenho e qualidade das soluções aconselha-se filtrar em 0,1 micra. Deste modo a qualidade do tampão está garantida.

.

Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital