11 5671-9100
Telefone: 11 5671-9100 E-mail: vendas@prolab.com.br Facebook

A importância da precisão e exatidão de vidrarias para procedimentos laboratoriais

Publicado em: 23/05/2018
tubos de ensaio

iStock / Getty Images Plus / Totojang É fundamental que as vidrarias utilizadas em laboratório sejam precisas e exatas, de modo a garantir que os dados obtidos nos testes são verdadeiros.

A precisão e a exatidão são fundamentais para qualquer tipo de procedimento laboratorial, já que ambos os conceitos estão associados à obtenção de dados nos testes e análises realizados. Embora esses dois termos pareçam sinônimos, cada um deles possui particularidades que os diferenciam, e os dois são essenciais para processos químicos executados em um laboratório ou indústria.

Diferença entre precisão e exatidão

A precisão expõe uma comparação entre vários resultados, e serve para conferir se o instrumento de medição utilizado realmente consegue reproduzir um resultado e estabelecer padrões. Em outras palavras, a precisão acaba realizando uma comparação entre diversos resultados obtidos — o que ajuda a fazer com que a informação encontrada seja mais precisa e garante a verificação do instrumento usado durante o processo.

A exatidão, por sua vez, diz respeito à determinação de um valor exato — ou seja, de um dado que seja o mais próximo possível da realidade. Isso significa que, quando um profissional trabalha na calibragem de um instrumento para que ele forneça um dado exato, ele está trabalhando para buscar um resultado ainda mais próximo do verdadeiro.

Entenda melhor a diferença entre precisão e exatidão no laboratório.

Qual a importância da precisão e exatidão das vidrarias?

Existem diversos tipos de vidrarias para laboratório, e algumas apresentam mais precisão que as outras. A pipeta volumétrica, a bureta e o balão volumétrico são as vidrarias que possuem um grau mais elevado de precisão e exatidão quando comparadas com equipamentos como a proveta e a pipeta graduada.

A precisão e a exatidão de vidrarias são extremamente importantes dentro de um laboratório, pois ajudam a garantir que os dados conquistados durante os testes são verdadeiros e representam a verdade sobre o que está sendo pesquisado. Ao utilizar esses conceitos, o profissional acaba conquistando mais credibilidade e garantindo que o trabalho está seguindo na direção correta.

Confira algumas dicas de como trabalhar com a precisão e exatidão de uma vidraria em laboratório:

Saiba diferenciar

Por trabalhar e um processo de comparação, a precisão necessita da realização de diversos testes que estabelecerão um padrão de todos os resultados alcançados e obtidos pelo método ou substância escolhida.

Porém, quando o assunto é teste, a exatidão acaba atuando de uma maneira diferente. Por geralmente utilizar um instrumento calibrado, o teste de exatidão dificilmente necessita de uma repetição. Com esse conceito, o dado obtido no primeiro teste já é considerado correto ou próximo dos dados verdadeiros. Ao realizar muitos testes, existe uma variação de medidas, o que nos ajuda a perceber que a ferramenta utilizada é exata, mas não é precisa.

Observe os erros

Uma maneira bastante eficaz na hora de diferenciar a precisão da exatidão de vidrarias para procedimentos laboratoriais é observar os erros que acabam acontecendo durante a realização de diversos testes. Na precisão, a ocorrência de erros é muito pequena e eles dificilmente se repetem, causando poucas variações entre um resultado e outro.

Já quando o assunto é exatidão, os erros nunca acontecem e só se tornam realidade em casos extremos, quando algo muito forte e influenciável acaba interferindo no resultado conquistado pelo profissional. Quando isso acontece, os testes acabam apresentando uma diferença muito grande entre os valores obtidos, fazendo com que outros testes precisem ser realizados para alcançar o objetivo inicial da análise.

Últimas Notícias

Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital